A Nova casa é por aqui:


Quarta-feira, 17 de Novembro de 2004

Crimes de guerra

Mais um crime de Guerra a juntar a tantos outros. Será algum dia o Sr. Bush julgado no Tribunal Internacional de Haia?


- Ele está a fingir-se de morto.
- Ele agora está morto!

Que merda de democracia é esta? Que liberdade está a ser oferecida ao povo Iraquiano?


Vejam as imagens de Faluja




Convenção de Genebra
publicado por maria papoila às 19:30
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Anónimo a 27 de Novembro de 2004 às 17:40
Oi Maria Papoila, realmente é repugnante o que se passa no Iraque, sabendo nós que o verdadeiro interesse dos americanos e seus apoiantes, é o petróleo. É preciso denunciar estas situações para que se evitem o futuro. Um beijo, e aprovita para conhecer/comentar/sugerir o meu bloguito.fanfa
(http://frasesepensamentos1.blogs.sapo.pt)
(mailto:pvsimoes1@sapo.pt)
De Anónimo a 21 de Novembro de 2004 às 02:54
Este episódio passado em faluja é apenas um de entre milhares que ocorrem diariamente no Iraque.
Acções/reacções deste tipo tomadas por soldados em cenários de guerra são, serão e sempre foram expectáveis.
É necessário ter em conta que este tipo de atitudes são "normais" para um ser humano em clima de guerra.
O responsável último destas atrocidades não é o soldado que as executa, mas quem decide iniciar uma guerra.´
E quem o faz sabe (ou deveria saber) o que significa guerra. Exposto na roda
</a>
(mailto:)
De Anónimo a 17 de Novembro de 2004 às 22:18
Oi!Estas imagens repugnam-me.Os americanos julgam-se donos e senhores do mundo e detentores da verdade quando na realidade são o povo mais sórdido e hipócrita à face da terra.De facto é esta a liberdade e a paz que eles desejam para os iraquianos...É uma vergonha o que se passou!O blog tá fixe! :) Bjs!!!Alexandra
(http://indoleromantica.blogs.sapo.pt)
(mailto:xana_mar@hotmail.com)
De Anónimo a 17 de Novembro de 2004 às 21:00
É um problema de linguistica...os americanos só percebem americano.pedevento
(http://pedevento.blogs.sapo.pt)
(mailto:mardapalha@sapo.pt)

Comentar post