A Nova casa é por aqui:


Domingo, 5 de Dezembro de 2004

As Farpas

“O país perdeu a inteligência e a consciência moral. Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada, os caracteres corrompidos. A prática da vida tem por única direcção a conveniência. Não há princípio que não seja desmentido. Não há instituição que não seja escarnecida. Ninguém se respeita. Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos. Ninguém crê na honestidade dos homens públicos. Alguns agiotas felizes exploram. A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia. O povo está na miséria. Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente. O desprezo pelas ideias aumenta a cada dia. Vivemos todos ao acaso. Perfeita, absoluta indiferença de cima a baixo” Toda ávida espiritual, intelectual, parada. O tédio invadiu todas as almas. A mocidade arrasta-se envelhecida das mesas das secretárias para as mesas dos cafés. A ruína económica cresce, cresce, cresce. As quebras [falências] sucedem-se. O pequeno comércio definha, A indústria enfraquece. A sorte dos operários é lamentável. O salário diminui. A renda também diminui. O Estado é considerado na sua acção fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo (…) a intriga política alastra-se. O país vive numa sonolência enfastiada".

Eça de Queirós 1871, no primeiro número d'As Farpas

publicado por maria papoila às 00:06
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 20:46
EU TENHO FÉ EM DEUS! TENHO´FÉ NAS PESSOAS´PORQUE O AMOR TUDO CRÊ...Maria
(http://blogalvo.blogs.sapo.pt)
(mailto:mrobertson@sapo.pt)
De Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 20:46
realmente, é incrivelmente impressionante a actualidade desse artigo d'As Farpas. O que este país evoluiu em 33 anos...cherryontop
(http://encruzilhada.blogs.sapo.pt)
(mailto:cherryontop@sapo.pt)
De Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 12:49
Parece um artigo recente que se adapta ao nosso Portugal.Se não visse que era de Eça de Queirós diria que foi um artigo escrito para a actual situação em que vive o país.Por outro lado e já Eça enunciava na altura,Portugal foi sempre um país a viver de misérias.BeijinhosAgostinho
(http://evtagostinho.blogs.sapo.pt)
(mailto:ag_silva@hotmail.com)
De Anónimo a 5 de Dezembro de 2004 às 02:21
Brilhante.... ( excelente escolha musical também!)luigii
(http://\\hotelaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:)

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.pesquisar

.arquivos

. Julho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.posts recentes

. Sistema de ensino

. Hoje....

. Solidão

. Albert Einstein

. Dois anos

. A bandeira

. Gabriel Garcia Marquez

. A TUA IDADE COM CHOCOLATE...

. Não ao novos blogs sapo

. O cérebro faz

blogs SAPO

.subscrever feeds